14 de mai de 2009

Marcos Afonso

Nestes tempos nublados sempre me vem à cabeça uma frase genial de São Tomás de Aquino: “Temo o homem de um livro só”.
Hoje, é impossível ter uma idéia geral do mundo, das coisas, das pessoas, fechado numa só perspectiva.
Isso não quer dizer que você vá ser uma sopa eclética sem sabor e aroma, um negócio perambulante cheio de informações e estatísticas, de respostinhas para tudo, um espírito que anda, cheio de alegres estereótipos.
Penso que se você tiver um mínimo de direção, senso crítico, razoável visão estética e sensibilidade com a vida, já pode caminhar no mundo do diverso sem perder-se na confusão.
Por Marcos Afonso

Nenhum comentário: