30 de out de 2009

Sonora Brasil - Violão Brasileiro

O Sonora Brasil - Violão Brasileiro regiões Norte e Nordeste será apresentado no Amapá nos dias 1º e 2 de novembro. A primeira apresentação, domingo (01), vai acontecer no município de Amapá, no SESC LER, às 19 horas. Em Macapá os violonistas Aluisio Laurindo Jr. (AP) e Nicolas de Souza Barros (RJ) se apresentarão no feriado de segunda-feira (02) no auditório da Escola SESC, localizada na Rua Jovino Dinoá, 4311, bairro Beirol, no complexo do SESC Araxá.

25 de out de 2009

Festival reúne talentos das escolas públicas

A Escola Estadual Zolito de Jesus Nunes realizará, nos dias 04, 05 e 06 de novembro, o XI Festival de Música e Dança Estudantil/2009. Talentos da rede estadual e da rede municipal de ensino mostrarão suas letras de músicas e apresentarão números de dança.

O Festival acontece desde 1996, com sucesso junto às escolas públicas. Em janeiro de 2003 foi mostrado como experiência no Fórum Mundial de Educação realizado em Porto Alegre-RS, dentro do tema Educação Popular. Em 2004 participou da I Feira de Intercâmbio Pedagógico, da 41ª Expo-Feira Agropecuária do Amapá e foi apresentado no Encontro Nacional da Escola de Gestores (Brasília-DF) recebendo o Mérito Institucional de Responsabilidade Social pelo CEFORH.

Informações da Escola Zolito Nunes

Ana Martel canta nesta quarta na Expofeira

A cantora Ana Martel fará show na quarta-feira (28), às 21 horas, no palco da praça de alimentação da 46ª Expofeira do Amapá. No repertório as canções do seu primeiro CD "Sou Ana", lançado em setembro no Teatro das Bacabeiras, além de músicas que a acompanham desde o início de sua carreira.

Feira Cultural Universitária em dezembro na Unifap

Nos dias , 3, 4 e 5 de Dezembro será realizada, no Campus Marco Zero da UNIFAP, a Feira Cultural Universitária. Uma rede de pequenos mercados autônomos, postos de trocas de serviços e bens culturais. A idéia é aglutinar movimentos artísticos locais, estudantes, trabalhadores e profissionais numa imersão de confraternização e troca de bens culturais. Espaço para a reflexão e a fomentação da criação e da produção local. Haverá também mesas de debates e oficinas nos seguintes espaços:

MOSTRA DE ARTES CÊNICAS
programação de teatro, dança e circo com grupos locais e grupos de outros estados brasileiros. Os grupos se apresentarão em espaços como Anfiteatro, Cantina, área atrás da Reitoria.

MOVIMENTOS CULTURAIS
Realização do Seminários e Conferências com a presença de diversos segmentos culturais no sentido de consolidar fóruns de cultura.

PALCO MUSICAL
Mostra de musica instrumental, grupos de reggae, grupos de rock, grupos de Hip Hop, cantores e compositores, tenda eletrônica e performances de artistas locais. O Palco Musical acontecerá todas as noites, seqüenciando a programação teatral.

ESPAÇO DE ARTES VISUAIS e FOTOGRAFIA
Espaço de construção e formação de opinião, debates, palestras, oficinas, workshops, vivências, exibição de filmes, e exposições fotográficas. A programação será diária nos turnos manhã e tarde com debatedores, professores, oficineiros, artistas e público. Serão utilizados espaços diversos como corredores da universidade, salas de aula, hall de entrada dos prédios, áreas abertas.

ESPAÇO DA LITERATURA
Destinado a saraus literários, leitura literária e dramática, vendas de livros, sebos, lançamentos de obras, oficinas, conversas e debates sobre literatura.
Até o dia 8 de Novembro serão aceitas propostas de conferências, palestras, painéis, debates, oficinas, espetáculos e shows no seguinte endereço: http://frentepolonorte.com/inscricoes
Frente Cultural Pólo Norte

21 de out de 2009

Show do Projeto Pixinguinha na Expofeira

Quem não viu terá mais uma oportunidade de ver. Os shows do Projeto Pixinguinha serão apresentados na Expofeira. Joãozinho Gomes, Enrico Di Miceli e Patrícia Bastos, contemplados com gravação de CDs e shows pelo projeto da Funarte, serão atração na noite do dia 23 de outubro, a partir das 20h30.

Amazônica Elegância é o CD de Joãozinho e Enrico Di Miceli e Eu Sou Caboca, de Patrícia Bastos, que juntos foram lançados em setembro deste ano no Teatro das Bacabeiras, em Macapá, e na Pousada Maramaude do município de Ferreira Gomes. Os dois trabalhos trazem rítmos amazônicos como marabaixo, batuque, lundu entre outros. Há neles a rica participação de artistas convidados como Celso Viáfora, Grupo Voz, Nilson Chaves, Leci Brandão, Dante Ozzetti e Vitor Ramil.


Informações de Mariléia Maciel

Semana de leitura no TRE do Amapá

Dia 26.10.09 (Segunda-feira)

14h30 - Credenciamento

14h45 - Abertura

15h - Palestra sobre a metodologia aplicada para incentivar o hábito da leitura.
Palestrante: Prof. Antônio Munhoz Lopes, professor de letras e linguística, bacharel em direito, escritor e membro do Conselho de Cultura do Estado do Amapá e diretor do acervo cultural da Confraria Tucuju.

15h30 - Palestra sobre a importância do livro e incentivo ao hábito da leitura
Palestrante: Prof. Romualdo Rodrigues Palhano, Prof. Dr. e Pós-Doutor da Universidade Federal do Amapá, autor dos livros "A estrela e a rã", "Brincando com linhas" (infantis) e "Teatro de bonecos: uma alternativa para o ensino fundamental na Amazônia". Escritor, teatrólogo, poeta, ator, encenador, educador e pesquisador.

16h - Palestra sobre a importância do Programa Eleitor do Futuro para a formaçao do cidadao.
Palestrante: Doutor Joao Guilherme Lages Mendes, Juiz de Direito, Coordenador do IBCCRIM (Instituto Brasileiro de Ciencias Criminais) no Pará e Amapá, Coordenador do Programa Eleitor do Futuro no TRE/AP e Professor Universitário; 16h30 - EXPOSIÇAO DE LIVROS EM GERAL - Hall de entrada

Dia 27.10.09 (Terça-feira)


15h - Palestra: A importância da leitura como fator de inclusao social.
Palestrante: Carmo Antônio de Souza, Desembargador, Doutor e Professor Universitário, palestrante, autor de artigos e publicaçoes na área do Direito Penal e Eleitoral.

15h30 - Palestra: Questao da leitura - Uma Política de Estado.
Palestrante: Rui Guilherme de Vasconcelos Souza Filho, Juiz de Direito, Professor Universitário, conferencista, autor de livros e artigos sobre matéria jurídica, inclusive eleitoral, romancista, laureado pela Academia Paraense de Letras, contista e poeta.

16h30 - Lançamento do Protótipo do Calendário Eleitoral do TRE/AP para as eleiçoes 2010

16h45 - Cerimônia de encerramento do evento

19 de out de 2009

Posto que é chama...

Foto: allposters
Não é real a carta de ás de copas que desce do oco do cérebro, efeito da rinha de sentimentos acasalados no mesmo escombro. Espanto? Mágica. Não sobrou nada. Ah! Que o nada nem existe, pois que tudo é preenchido de lembranças do que houve. E o que houve não ouve mais as lamúrias do que não foi, do que poderia ter sido, do que não valeu. E tudo vale, mesmo ainda o que, de tanto doer, se esvai como se nunca tivesse doído. Tão doido que é esse caminhar pra dentro e pra fora e depois de volta pra dentro até se perder de novo.

18 de out de 2009

Lançamento: Poetas do Meio do Mundo


Está tudo pronto. No próximo dia 4, às 19h no Teatro das Bacabeiras, será lançada a coletânea de poesias do grupo Uni-verso, que reúne 16 poetas do meio do mundo. A organização é de Manoel Bispo e a coordenação de Alcinéa Cavalcante, Ricardo Pontes, José Pastana, Rostan Martins e Manoel Bispo – que fazem parte da diretoria do Uni-verso e também do Clube dos Poetas.

Eles dizem que a publicação é o ponto culminante de uma empreitada intelectual e artística que se pretende vitoriosa. E contam que sempre se perguntavam o que fazer para se chegar à edição da produção que estava engavetada. A resposta veio com os encontros de poetas e escritores nos eventos culturais que tornaram próximos os que estavam eqüidistantes, no desenho panorâmico da diversidade cultural que nos assemelha.

Da aproximação surgiram as idéias; das idéias, a ação. E assim nasceu o Projeto Samaúma da Literatura Amapaense – Poetas, contistas e cronistas do meio do mundo, que até o final do ano lançará quatro coletâneas: duas de poesias, uma de crônicas e uma de contos.

Os poetas contemplados na coletânea de poesias que será lançada dia 4 são personalidades que entre suas preocupações procuram externar seu amor pelas nossas coisas e, no uso da sensibilidade, nos dizem verdades e fantasias em versos decorrentes das suas visões de mundo. “A visão de mundo de cada poeta estabelece uma espécie de riqueza abstrata que se insinua na cor estilística e na forma definida dessa arte de encantar palavras”, diz Manoel Bispo. O Projeto Samaúma tem o apoio da Confraria Tucuju e do Governo do Amapá.

Poetas que participam desta primeira coletânea:

Alcinéa Cavalcante
Carla Nobre
Fernando Canto
Herbert Emanuel
Jô Massam
João Barbosa
Jonas Diego
José Pastana
Manoel Bispo
Mauro Guilherme
Obdias Araújo
Osvaldo Simões
Paulo Tarso
Ricardo Pontes
Rostan Martins
Sânzia Fernandes

Por Alcinéa Cavalcante

"Ah, esse cara tem..."


17 de out de 2009

Sesc e Sesi promovem festival de dança

CGU lança concurso de curtas-metragens

A Controladoria Geral da União lançou um concurso de curtas-metragens, que será dividido em duas partes: 1º Concurso do Minuto da CGU, que premiará filmes com até 60 segundos de duração, e o 1º Concurso Nacional de Curtas-Metragens da CGU, que viabilizará a realização de projetos de filmes com duração entre 5 e 10 minutos, orçados em até R$ 70 mil. O tema geral é ‘Luta contra a corrupção: compromisso de todos’.
As obras devem ser inéditas, em qualquer gênero, e têm que estimular a cultura da ética e da intolerância à corrupção. No concurso do minuto podem participar pessoas físicas residentes no Brasil com mais de 18 anos, o formato é livre, e as inscrições vão até 30 de outubro. Já no concurso nacional pessoas jurídicas também podem se inscrever, e o requerimento de inscrição dever ser enviado até 16 de outubro.
O resultado final será divulgado no site do CGU no dia 27 de novembro. Serão premiados com R$ 1 mil os 20 melhores curtas de um minuto. Os quatro melhores projetos de curta serão selecionados, sendo dois deles para compor lista de reserva. Mais informações e inscrições no http://www.cgu.gov.br/Concursos/Curtas/index.asp.
Assessoria de Comunicação
Solange Lima - DRT 1869

Prévia do Festival Quebramar

16 de out de 2009

Macapá: Exposição Karipunas, Marowornos e Waiãpis no Sesc Araxá

Sobre vento e esperança

"Aprendo ainda que a esperança não tem medo de ilusões. Costumamos chamar as crenças alheias de superstições e às nossas superstições damos o nome de crença. Nossa ideologia é ciência, a ciência dos outros é ideologia. Nossos crimes são apenas erros, os erros dos outros são crimes. Nossas árvores só dão frutos doces, as dos vizinhos dão frutos amargos. Mas vem a tempestade e joga todas no chão, por igual, e as sementes por toda parte. Vejo, assim, que a condição para manter minha esperança é respeitar e esperança dos outros, mesmo quando me pareçam ilusões. É o tempo quem diz o que há de vingar."
Toinho Alves
íntegra do texto em www.tempoalgum.blogspot.com

Emília Monteiro: Diga lá, coração


15 de out de 2009

Semeando Música no bairro Marabaixo III

Alunos da escola estadual Nilton Balieiro, do bairro Marabaixo 3, terão música instrumental e o cantor e compositor Zé Miguel como atrações especiais desta sexta-feira (16). É o projeto Semeando Música, promovido pelo Instituto Raça Humana que está levando para escolas de bairros mais afastados arte através da música. Adolescentes e adultos de outros bairros já tiveram o privilégio de ouvir músicas brasileiras de qualidade tocadas por músicos amapaenses.

O Instituto já levou o projeto para as escolas Antônio Messias, no Zerão e Lima Neto, no Infraero 2. Quem participa com Zé Miguel amanhã é a banda do Corpo de Bombeiros que tem no repertório músicas consagradas de artistas nacionais. Neste projeto o Instituto tem a parceria da SEED, das bandas de música da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros e de artistas como o próprio Zé Miguel e Amadeu Cavalcante.

Criado há um ano, o Instituto Raça Humana não tem fins lucrativos e é formada por 15 voluntários que trabalham em diversas áreas e têm em comum o compromisso de preservar nossa cultura. Outros objetivos do Instituto e de quem forma o grupo é lutar pelos direitos humanos e cidadania. O presidente Ronaldo Serra, advogado, fala que Semeando Música é apenas o início dos trabalhos que serão desenvolvidos com cidadãos amapaenses. Apresentações artísticas iniciam às 20:00.

Mariléia Maciel
Assessora de Comunicação

Belém: Festival de música instrumental


Emenda parlamentar para o audiovisual no Amapá

A deputada federal Janete Capiberibe vai destinar R$ 300 mil de emenda parlamentar para a ABD-AP - Associação Brasileira de Documentaristas - Regional do Amapá. O dinheiro vai financiar a produção de 6 documentários por profissionais do estado. Ela também se comprometeu a apoiar a ABD Nacional na mobilização, dentro do Congresso Nacional, para conseguir recursos de emendas de outros parlamentares para os documentaristas dos seus respectivos estados. A reunião aconteceu no gabinete da parlamentar, em Brasília, com o animador gráfico Márcio D. Moraes, que representou a ABD Nacional.

14 de out de 2009

Abertas inscrições para o SESCanta 2009

Estão abertas as inscrições para a seleção de músicas da Mostra de Música SESCanta 2009. O regulamento e ficha de inscrição da Mostra SESCanta estão disponíveis no Centro de atividades Araxá na Casa da Cultura – até o dia 23/10/2009. A Mostra acontecerá dias 11, 12 e 13 de novembro.

A mostra SESCanta tem o objetivo de oportunizar e incentivar a criatividade artística local, assim como possibilitar a renovação dos agentes culturais da comunidade, revelando novos poetas, letristas, músicos, cantores e grupos musicais, enriquecendo a produção artística do Amapá.

Quanto as Inscrições
Poderão se inscrever músicos, cantores e grupos musicais de todo o Estado do Amapá, onde cada inscrito poderá apresentar duas (02) músicas de autoria própria e de livre tendência musical, inclusive instrumental, que deverão ser inéditas e originais (entende-se por música inédita, aquelas que não tenham sido premiadas em mostras ou festivais);
Cada cantor ou grupo musical para se inscrever, deverá apresentar a partir do dia 01/10 até 23.10.09, em envelope contendo: 01 CD e 10 cópias da letra de cada música cifrada e/ou partituras (se a música for instrumental), com as devidas fichas de inscrição e autorização devidamente preenchidas e anexadas ao projeto.
Juliana CoutinhoSESC/AP
Assessoria de Comunicação e Marketing

Marcos Quinan e "Canção dos Povos da Noite" são atração do programa Roda de Choro

Sábado, 17 de outubro de 2009, o Programa Roda de Choro tem como destaque do 1º bloco a Coleção Choro Carioca - Música do Brasil. O autor enfocado é José Ferreira Ramos, que viveu no Rio de Janeiro entre 1885 e 1945. Ele é mais um compositor brasileiro nascido no século XIX, que teve seu nome escoado pelo ralo da dita memória nacional.
No 2º e o 3º blocos o destaque vai para uma obra inusitada, interessante e extremamente criativa, onde a arte inspirou a arte: o CD Óleo Sobre Tela, do compositor, pianista, arranjador e maestro carioca Mú Carvalho. Passeando por vários gêneros - inclusive diversos choros - ele homenageou seus pintores preferidos com composições inéditas.
O 4º bloco (choro cantado) traz os choros e modinhas presentes no CD do Prêmio SESC de Música Tom Jobim/2008, tradicional Festival promovido pelo SESC/DF e que se tornou importante vitrine de compositores e intérpretes brasileiros. Destaque para as interpretações de Cris Pereira, Leonel Laterza e Janette Dornellas.
O 5º bloco traz a revisita da obra do artista plástico, escritor, escultor e compositor goiano Marcos Quinan e o som de seu primeiro CD: Canção dos Povos da Noite, lançado em 1998. O disco contém 20 músicas arranjadas por Fernando Machado, Fernando Merlino, Roberto Stepheson e Eudes Fraga.
Ouça pela internet: Rádio Câmara, Brasília: www.radio.camara.gov.br (rádio ao vivo), sábados, 12h. Rádio Roquette Pinto, Rio de Janeiro: www.fm94.rj.gov.br . Rádio Universidade FM, Londrina-PR, quintas-feiras, 22h. Rádio Utopia FM, Planaltina-DF, quartas-feiras, 18h.
Produção e Apresentação: Ruy Godinho
Por Sonia Palhares Marinho

8 de out de 2009

Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural

Para viagens em janeiro de 2010, inscrições até 31 de outubro

O Ministério da Cultura divulga o segundo edital de 2009 do Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural, que cobrirá as viagens a se realizarem de julho de 2009 a abril de 2010, para as quais serão disponibilizadas, no total, R$1,9 milhão, do Fundo Nacional da Cultura (FNC). O programa se destina a artistas, técnicos e estudiosos da área cultural, convidados a participar de eventos fora do seu local de residência, para apresentar trabalho próprio, fazer residência artística ou curso de capacitação de profissionais da cultura. O evento deve ser promovido por instituição brasileira ou estrangeira, de reconhecido mérito, desde que não seja apoiado ou realizado pelo Ministério da Cultura, ou por uma de suas instituições vinculadas.

As inscrições variam de acordo com o mês em que se realizará a viagem (ver calendário abaixo). Em Brasília, os interessados que não tiverem acesso à internet podem se encaminhar à sede do MinC na Esplanada dos Ministérios, bloco B, 1º andar, Divisão de Atendimento ao Proponente/SEFIC, onde será disponibilizado, das 8h às 18h de segunda a sexta-feira (exceto feriados), computador para inscrição.

É possível anexar documentos comprobatórios do currículo, ou outros tipos de material (artigos publicados, portifólio etc) que o candidato julgar relevantes para a análise. Podem se inscrever pessoas físicas, grupos ou entidades culturais privadas e sem finalidade lucrativa, cujas candidaturas serão divididas em solicitações de grupo e solicitações individuais, que concorrerão separadamente. Apenas no caso destas últimas poderão ser apresentados pedidos com vistas a residência artística ou curso de capacitação de profissionais da cultura.

Mudanças e critérios - No tocante aos critérios para atribuição de pontos, houve algumas modificações em relação ao Edital nº 1/2009. No intuito de fortalecer a disseminação das ações culturais no interior do país, além da bonificação de 0,5 às candidaturas originárias de fora de Brasília e das capitais estaduais, também dela se beneficiarão aquelas destinadas a eventos a se realizarem fora das referidas localidades.
Em observância às políticas públicas do Governo Federal, também receberão um bônus de 0,5 as encaminhadas por comunidades tradicionais, incluindo: povos indígenas, quilombolas, ciganos, povos de terreiro, irmandades de negros, agricultores tradicionais, pescadores artesanais, caiçaras, faxinalenses, pantaneiros, quebradeiras de coco babaçu, marisqueiras, caranguejeiras, ribeirinhos, agroextrativistas, seringueiros, fundos de pasto, dentre outros grupos.

A bonificação de um ponto aquelas destinadas à participação em eventos a ocorrerem na América do Sul ou na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) permanecerá.
Os critérios a serem considerados na avaliação serão os seguintes: relevância do evento e da instituição promotora para a área cultural da atividade desenvolvida; adequação do histórico de atuação do candidato ao trabalho ou estudo proposto; relevância da atividade a ser realizada/desenvolvida para a área cultural em que se insere; caráter inovador ou experimental da atividade; contribuição para a difusão e a valorização das expressões culturais brasileiras; intercâmbio e apropriação de tecnologias e conhecimento e troca de experiência. Cada item vale até 5 pontos, e a pontuação mínima para classificação é 16.

Calendário de inscrições:

Data das viagens previstas e prazo para encaminhamento das solicitações:
Outubro - até 31/7/2009
Novembro - até 31/8/2009
Dezembro - até 30/9/2009
Janeiro de 2010 - até 31/10/2009
Fevereiro de 2010 - até 3 0/11/2 0 0 9
Março de 2010 - até 20/12/2009
Abril de 2010 -até 20/12/2009
Assessoria do Ministério da Cultura

Pra encher o coração de ternura

Yasmim Amim, assim mesmo, como na frase do Mestre: "Que venha a mim as criancinhas". Do papai Mayck e da mamãe Eloisa. Ah! Também da vovó Rechene Amim, atriz de teatro das mais talentosas do Amapá.

1 de out de 2009

Teatro infantil - “A briga do Cravo e da Rosa”

O grupo Ciranda de Palhaços se apresenta nesta sexta-feira, 2, no Teatro das Bacabeiras, com o espetáculo “A briga do Cravo e da Rosa”- uma sátira dos palhaços cirandeiros.
O grupo – que é dirigido por Fernando Chaves – há seis anos vem trabalhando cantigas de roda, contação de histórias e brincadeiras populares, resgatando o mundo maravilhoso do circo, onde as diversas expressões culturais se misturam.

No espetáculo desta sexta – que é imperdível para a garotada e para os adultos também – o grupo faz uma mistura harmoniosa de cantigas de roda com sátiras de palhaços, com um talentoso elenco formado por Kelita Morena como Bela Rosa, Paulo Chaves como Cravo, Kaio Ribeiro de Oliveira Júnior como Alecrim; Ana Luiza Correa, Ana Luiza Martins, Bárbara Canezin, Bianca Canezim, Cloé Capiberibe e Juliana Amaral, como pastorinhas; Isabela Guerreiro e Sara Contente, como crianças.

Anote aí para não perder:
Horário: 9h30 e 15h30
Ingresso: só cinco reais
Local: Teatro das Bacabeiras
Data: 2 de outubro
Dica da Alcinéa Cavalcante

Matapi - Casa de cultura

Abertura inauguração
lançamento ou coisa parecida

Sexta, 2 de outubro,
6h da tarde/noite

Clube do vinil
Gastronomia regional
Exposição de fotografia
da antiga Macapá
Marabaixo • Capoeira
MPB • Rock • Reggae

Av. Almirante Barroso, 1304 -
Sta. Rita (em frente à Escola
de Enfermagem São Camilo
e atrás da igreja
N. Sra. de Fátima)
Dica do Ronaldo Rony

Concerto de Verão terá chorinho e dança de salão



O Concerto de Verão da Confraria Tucuju desta sexta-feira (02) terá o grupo Sentimento do Choro com repertório recheado de pérolas do chorinho, um dos gêneros mais tradicionais da MPB. No palco paralelo a Companhia Marinho de Dança de Salão fará performances. O concerto começa às 20 horas e é realizado ao ar livre, no Largo dos Inocentes, atrás da Matriz de São José.

O grupo Sentimento do Choro é especialista nesse gênero musical genuinamente brasileiro, nascido no morros do Rio de Janeiro da mistura entre a polca, originária do leste europeu, os quentes ritmos afros e a lírica portuguesa. Mistura rica e só possível num país de tamanha diversidade cultural como o Brasil.

No repertório composições de Waldir Azevedo, Severino Araújo, Chiquinha Gonzaga, Jacó do Bandolim, Zequinha de Abreu, Pixinguinha e Oscar Santos, entre outros. Na execução primorosa das peças, músicos como Benjamim Monteiro (clarinete), Fabinho (guitarra), Gustavo Quintanilha ( contrabaixo),. Paulinho (bateria), Paulo Bastos (cavaquinho), Valério (pandeiro) e Cássia Monteiro.

Confraria Tucuju