20 de dez de 2008

Sugestões de filmes para o recesso natalino

Outro dia uma amiga ligou da locadora de filmes para pedir sugestão. Fim de ano, recesso, férias e vem aquela vontade de ver boas produções do cinema, em casa, no maior conforto. Bem, não sou assim uma cinéfila propriamente, daquelas que conhecem diretores, linguagem, fotografia, etc. Mas, gosto muito de cinema e fiz uma pequena lista de filmes que recomendo, para compartilhar com os leitores do Papel de Seda. Se puderem, vejam e comentem aqui pra gente trocar impressões.

A Vida Secreta das Palavras

Elenco - Sara Polley (Hanna), Tim Robbins (Josef), Javier Cámara (Simon), Eddie Marsan (Victor), Steven Mackintosh (Dr. Sullitzer), Julie Christie (Inge), Danny Cunningham (Scott), Dean Lennox Kelly (Liam), Daniel Mays (Martin), Sverre Anker Ousdal (Dimitri).

Ficha Técnica
Título Original: La Vida Secreta de las Palabras
Gênero: Drama
Direção: Isabel Coixet
Roteiro: Isabel Coixet

Sinopse - Hannah (Sarah Polley) tem 30 anos, é introvertida, solitária, misteriosa e trabalha numa indústria têxtil. Ela vai passar as férias num pequeno povoado costeiro, em frente a uma plataforma petrolífera. Um incidente faz com que ela permaneça alguns dias na plataforma cuidando de Josef (Tim Robbins), que sofreu uma série de queimaduras que o deixaram cego temporariamente. Com ele trabalham vários outros homens, cada um com uma personalidade marcante.

Minhas impressões - Delicado e profundamente comovente, o filme revela as cicatrizes jamais fechadas de uma mulher que sofreu os horrores da guerra e que luta, com uma alma corajosa, para manter vivos seus sentimentos. Uma história de amor, mas, sobretudo um mergulho da dor humana e na sua imensa força de superação.

Coisas que Perdemos pelo Caminho

Elenco - Halle Barry (Audrey Burke), Benicio Del Toro (Jerry Sunborne), David Duchovny, (Brian Burke), Alexis Llewellyn (Harper Burke), Micah Berry (Dory Burke), John Carroll Lynch (Howard Glassman), Alison Lohman (Kelly), Robin Weigert (Brenda), Omar Benson Miller (Neal), Paula Newsome (Diane), Sarah Dubrovsky (Spring), Maureen Thomas (Ginnie Burke), Caroline Field (Teresa Haddock), James Lafazanos (Arnie), Liam James (Primo Dave), Quinn Lord (Primo Joel), Patricia Harras (Esposa de Howard).

Ficha Técina
Título Original: Things We Lost in the Fire
Gênero: Drama
Direção: Susanne Bier
Roteiro: Allan Loeb

Sinopse - Audrey Burke (Halle Berry) está em choque com a notícia que acaba de receber: Brian (David Duchovny), seu marido, foi morto em um ato de violência o qual ele não tinha qualquer ligação. Audrey agora sente-se perdida e, por impulso, recorre a Jerry Sunborne (Benicio Del Toro), um amigo de infância do marido que é também viciado em drogas. Desesperada para preencher o vazio em sua vida que existe desde a morte de Brian, Audrey convida Jerry para morar no quarto anexo à garagem da família. Jerry atualmente está lutando para evitar as drogas e vê nesta oportunidade a chance de se recuperar de vez, já que passa a agir como se fosse o substituo de Brian na vida de Audrey e seus filhos.

Minhas impressões - Benício Del Toro é sempre um espetáculo como ator, nesse filme ele consegue transmitir o drama de um advogado viciado em drogas, que perdeu tudo e só tem um amigo de infância que ainda o auxilia e compreende. Quando o amigo morre sua luta para vencer o vício e a solidão encontra apoio na esposa do amigo, que antes de conhecê-lo se comportava como a maioria das pessoas diante de um drogado, com medo e preconceito. O filme comove e faz pensar sobre o drama do vício, do ponto de vista do usuário.

Balzac e a Costureirinha Chinesa

Elenco - Zhou Xun (Costureirinha), Chen Kun (Luo), Liu Ye (Ma), Wang Shuangbao (Chefe da vila), Chung Zhijun (Velho alfaiate), Wang Hongwei (Quatro Olhos), Xiao Xiong (Mãe de Quatro Olhos), Chen Wei (Mulher do chefe da vila).

Ficha Técnica
Título Original: Balzac et la Petite Tailleuse Chinoise
Gênero: Drama
Direção: Dai Sijie
Roteiro: Dai Sijie e Nadine Perront, baseado em livro escrito por Dai Sijie

Sinopse - Luo (Chen Kun) e Ma (Liu Ye) são dois jovens de 17 anos que, em plenos anos 70, vivem na China comandada por Mao Tsé-Tung. Os dois são encarados como sendo inimigos do povo por seus pais serem médicos e dentistas, considerados burgueses reacionários. Luo e Ma são então presos e encaminhados a um "campo de reeducação", em uma vila isolada no Tibet. Todos os livros de Luo são queimados, mas Ma consegue manter seu violino ao alegar que Mozart compunha para o Presidente Mao. No campo eles apenas encontram alívio nas músicas tocadas por Ma e nas histórias narradas por Luo, até que conhecem uma costureirinha (Zhou Xun) por quem ambos se apaixonam. Ela então lhes revela um precioso tesouro: livros considerados subversivos e de autoria de Flaubert, Tolstói, Victor Hugo e Balzac, que estão de posse de Quatro Olhos (Wang Hongwei), outro jovem que está sendo reeducado e está prestes a retornar à cidade. O trio então decide por roubá-los.

Minhas impressões - O filme mostra a brutalidade material e espiritual que um regime ditatorial, seja ele de direita ou de esquerda, pode promover contra a humanidade. Mostra também os fascinantes cenários das montanhas chinesas e a vida simples de um povo iletrado e esquecido no trabalho castigante do campo. Com a chegada dos jovens universitários, o encontro do conhecimento com a simplicidade promove transformações impressionantes nos personagens. A costureirinha analfabeta aprende a ler nas obras clássicas da literatura mundial e passa a enxergar um mundo completamente obscurecido até então para ela.

(As sinopses são do site Adoro Cinema)

Nenhum comentário: