14 de jul de 2009

Fraternura

(Fotografia "Hide and Seek", de Hart)

Amor de amigo é espelho que a gente não vê.
Reflete com delicadeza, de nós, cada fraqueza.
Sua moldura sincera revela a estima que nos protege.

Amor de amigo é pêndulo no relógio do querer.
Badala as falas que relutamos compreender,
recolhe nossos pedaços na soleira do amanhecer.
Olha bem dentro da nossa embriaguez
compreende e perdoa cada insensatez.

Amor de amigo se alegra ao nos ver passarinhos,
chora ao nos ver, por vezes, tão miudinhos.
Reluz em nós a brandura da ponderação

porque amigo é matéria-prima do coração.

7 comentários:

Jac. disse...

Que lindo, Márcia!
Eu sempre me lembro da poesia
de Vinicius, quando penso no
doce gostar dos amigos!

'De que mais precisa um homem
senão de um amigo pra ele gostar,
desses que nem precisa falar -
basta olhar'

Beijos, amiga!

Lulih Rojanski disse...

Eu quero um gatinho desses pra ser meu amigo... Ninguém nos suporta ou compreende tão bem quanto esses bichinhos que a gente cria em casa.
Bijos e feliz dia do amigo, que eu não sei quando é, mas sei que está perto!

Leidiane Vaz disse...

Márcia que sensibilidade maravilhosa!
Lindo, lindo...
Como diz Quintana, o poeta é aquele que encontra moedinhas, ja´que as coisas do mundo nos dão tantos motivos pra perder a esperança no amor pelo próximo.
Bjs.

Dia do amigo - 20 de Julho

Márcia Corrêa disse...

Jac,
Amigo é que é para sempre. Os outros amores são, desde que virem amigos... rsrs

Lulih,
E eu nem sabia que estava perto o Dia do Amigo. Quanto aos gatinhos, tenho uma inveja da malandragem deles.

Leidiane,

A mais nova cantora da noite amapaense. A agenda já está cheia?

Maracimoni disse...

Marcia,

O elson esta coberto de razao quando diz que sua alma e delicada, porque somente uma alma delicada como " um papel de seda" poderia produzir versos tao belos e tocantes.
Ja guardei este lindo poema entre os meus favoritos, principalmente porque fala da amizade.

Beijos

Márcia Corrêa disse...

Mara,

E eu já guardei você na minha galeria de sedas.

Bjs!

Ju Corrêa disse...

Mãe, é indescritível a relação da gente com amigos verdadeiros. A gente entende tão fácil coisas que seriam impossíveis de serem entendidas e não abre mão de estar do lado mesmo quando a ventania promete destruir tudo. Amigos de verdade são além da minha compreensão, mas amo tê-los. ;)