8 de jul de 2010

Ruínas de Vila Vistoza da Madre de Deus

Em 1767 o Desembargador Feliciano Ramos Nobre Gusmão, encarregado pelo governador Fernando da Costa de Ataíde Teive, vem a fundar a Vila Vistoza da Madre de Deus, que foi assolada por epidemias, o que dizimou parte de sua população e levou os sobreviventes à migrarem para outras regiões. Restaram apenas ruínas, econtradas por uma Unidade de Prospecção e Reconhecimento, (UPR), do Laboratório de Arqueologia da UFPE, a qual foi incorporado o arquiteto Alcir Matos. A prospecção arqueológica realizada nas margens do Rio Vila Nova, no município de Mazagão, por solicitação conjunta do Governo do Amapá e da 2ª SR do IPHAN, revelou paredões em ruínas, localizados em meio a mata. Ruína de uma igreja, que possivelmente está relacionada à antiga Vila Vistoza da Madre de Deus.

Informações: http://www.magmarqueologia.pro.br

Nenhum comentário: