30 de jul de 2010

Política não é chato


Tenho uma coisa para dizer aos novos eleitores, e aos velhos eleitores que têm novas atitudes. É um blá blá blá, que todo mundo já conhece, mas achei super importante reforçar, sem que pareça um blá blá blá. Eleições são SIM um momento da sua vida, em que você pode exercitar o direito de escolha, o direito de ser íntegro, inteligente e altruísta. É o momento em que podemos demonstrar o quanto somos gratos aos nossos pais, avós e grandes líderes, que lutaram muito para defender esse tal direito que temos hoje.

Votar, não é só clicar nos botõezinhos e escolher quem mais facilmente dará um emprego ao seus pais ou encaixará seu filho em um cargo qualquer. Votar é escolher como vai ser sua cidade, estado e país nos próximos 4 anos. É escolher se nos próximos anos você quer mais miséria, violência, mortalidade infantil, ruas esburacadas, salários atrasados OU se você prefere a econonima melhorando, população alfabetizada, o ensino público possibilitando novos e grandes profissionais, nossos idosos tendo seus direitos respeitados, cidades bem cuidadas e todos os outros benefícios que ultrapassam os limites dos muros da sua casa.

Votar com bom senso é mostrar que você nunca saiu da sua casa para participar de uma passeata a favor da liberdade de expressão, que você nunca precisou se esconder da polícia da ditadura, nunca ouviu músicas, viu programas de TV ou leu um jornal censurado, mas que você respeita e admira quem lutou para que hoje tenhamos esses direitos.

Votar não é chato não. Não é só para que você não perca alguns benefícios civis, e nem para aumentar as chances de seu pai ser promovido. Votar é decidir o SEU futuro como cidadão, e o de todas as pessoas ao seu redor.

Por Juliama Corrêa
Do blog Pensamentos Flutuantes

Um comentário:

Ju Corrêa disse...

Pois é, galera. Cada um faz sua parte, e no final fica todo mundo feliz. Ou pelo menos fica todo mundo de consciência tranquila, sabendo que fez sua parte! ;)