9 de mai de 2010

Movimento Espírita do Amapá vai às escolas debater aborto, drogas e suicídio

Aborto, drogas e suicídio, práticas preocupantes e índices elevados no Amapá levaram o Movimento Espírita do estado a uma ação voltada para a população jovem das escolas. O projeto Semeamar é um ciclo de palestras sobre os três temas, com enfoque baseado na Doutrina Espírita. Para o Espiritismo, as conseqüências dos crimes contra a vida e contra a saúde são físicas e espirituais.

O projeto teve início no dia 21 de abril com um seminário piloto para jovens espíritas. Coordenadores e palestrantes do Semeamar puderam avaliar e aprimorar os conteúdos a serem levados às escolas. O Colégio Amapaense será o primeiro parceiro do projeto. São 42 turmas de ensino médio, cerca de 1.600 alunos nos três turnos.

Os alunos participarão de palestras sobre “aborto” nos dias 10, 18, 25 e 31 de maio. Uma jornada diária de seis palestras – duas por turno, contemplando duas turmas por vez para que o debate se torne produtivo. Os outros dois temas serão abordados no segundo semestre. A diretora adjunta da escola, professora Cleide Dias, considera que “todas as iniciativas de valorização da vida são bem vindas”. O Semeamar foi aprovado pelos professores do C.A. durante o planejamento anual da escola.

Na coordenação da equipe de palestrantes estão profissionais das áreas médica e jurídica. Orientando a palestra sobre “aborto”, a psiquiatra Ana Lúcia Barbosa, que também atua na Associação de Médicos Espíritas no Amapá, em processo de estruturação. Na capacitação dos palestrantes sobre o tema “drogas”, o projeto tem a colaboração do presidente da Federação Espírita do Amapá, promotor Felipe Menezes. A equipe que abordará o “suicídio” conta com o médico Gladstone Gonçalves como coordenador.

As escolas interessadas em promover o ciclo de palestras Sememar, sobre “aborto”, “drogas” e “suicídio”, devem procurar a Federação Espírita do Amapá, que fica localizada na Rua Odilardo Silva, entre as avenidas Procópio Rola e Raimundo Álvares da Costa. A intenção é atender, num período de três anos, a rede de escolas de ensino médio, públicas e privadas.

Serviço:
Movimento Espírita do Amapá
Projeto Semeamar
Palestra espírita sobre “aborto”
No Colégio Amapaense
Dias 10, 18, 25 e 31 de maio
Nos três turnos

4 comentários:

AMApáZÔNIA disse...

Muito bom, instrução é a alma do negócio.

Ju Corrêa disse...

Projetásso! Inovar, instruir, inserir, em nome de Deus! :)

Anônimo disse...

Márcia, meus parabéns por ter assumido um projeto dessa envergadura. Um pedido, que tal publicar o poema que nos apresentou usando o nome do projeto!

Márcia Corrêa disse...

Publiquei o poema aqui há algumas semanas. Está no arquivo.