25 de jun de 2010

Festa de são Tiago vai ganhar os palcos do Amapá


Um dos espetáculos teatrais a céu aberto de maior sucesso do Amapá vai ganhar uma versão para os palcos: As Máscaras de São Tiago, a nova produção da Companhia Viva de Teatro, tem sua estréia marcada para o dia 25 de junho de 2010, às 20:30h, no Teatro das Bacabeiras.

O espetáculo envolve mais de dezoitos pessoas, entre atores (nove) e técnicos foi vencedor do Edital Mirian Muniz, lançado pela Funarte em 2009, concorrendo com mais de vinte outros projetos só na região norte. Com texto assinado por Manoel do Vale, As Máscaras de Mazagão tem a direção geral de Guiga Mello, com produção de Paiodhy Rodrigues, trilha sonora de Joãozinho Gomes e Enrico Di Miceli.

O espetáculo conta a história da cidade (que hoje é reconhecida como a capital do folclore amapaense) que atravessou o Atlântico, após ser derrotada pelo exército mouro, no Marrocos, onde exercia posição de destaque na defesa dos domínios portugueses nos tempos das cruzadas.

Desmontada como um jogo de montar e embarcada nos navios da frota portuguesa, as famílias de Mazagão Marroquina seguem um caminho de desilusão e incertezas que passa pelo porto de Lisboa e depois de Belém do Pará para então ser desembarca à margem do rio Mutuacá, foz do Rio amazonas, no Amapá.

No texto que abre o espetáculo o espectador já tem uma idéia do que irá assitir: “Mazagan passa a ser uma cidade dentro de cidades, dentro de navios, em traslação, da terra prometida e perdida à nova terra prometida. Junto vão as lembranças de seus heróis, as memórias de uma batalha de fé pela reconquista da terra de Deus, caida em mãos infiéis”.
Recheada de poesia e bom humor, o espetáculo é pioneiro na recriação de um fato histórico do Amapá.

Os ensaios acontecem todas as segundas, quartos e sábados no Sambódromo-camarote cinco. Em sua primeira temporada serão dez espetáculos, incluindo Mazgão,Santana, Porto Grande e Serra do Navio. Na sequência a companhia viva de Teatro irá fazer apresentações nas faculdades e escolas pela importância do tempo abordado, um dos reveladores da construção cultura do Amapá.

Ficha técnica

Texto:
Manoel do Vale

Direção:
Guiga Mélo
Produção:
Paiodhy Rodrigues

Música:
João Gomes
Enrico Di Miceli

Arranjos:
Alan Gomes

Atores:
Geovanni Coelho
Ieny Monteiro
Santiago
Marcos Fernandez
Polyana Magalhães
Paiodhy Rodrigues
Toni Belott
Junior Massa

Figurino:
Ângelo de Jesus
Designer:
Raoni Melo

Contatos: 8127 4775 – Guiga Melo
9127 0368 – Phaiody Rodrigues
email: ciavivamcp@gmail.com

Nenhum comentário: