9 de abr de 2009

Memorial do desejo

tem o corpo dobrado sobre si mesma
envolto em coberta de melancolia
sente a alma pairar suave
formando camada fluídica e macia

levita invisível colcha de retalhos
cada pedaço um sentimento
cada costura um pensamento
incontida vontade interposta


(Tela: Il Yous Aime, c'Est un SecretArt, de David Graux)

Um comentário:

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Oi,

Lindo poema... Curto, na medida para deixar vontade de ler mais... Sempre!

Com carinho,

Whesley Fagliari - Amigo da Sofia