6 de abr de 2009

Contextura

(Marcos Quinan / Márcia Corrêa)

No meu pensamento
Instinto e sentimento
Páginas cerradas
Pedindo lenimento
No meu coração
Medo e solidão
Sabendo desistir
Sabendo ser razão
Na minha brandura
É que se costura
As mágoas e tristezas
De cada contextura
Rastros acanhados
Serão meus legados
Para o fim ser o começo
Dos sonhos calados


Violão, voz e percussão Eudes Fraga

Um comentário:

Heverson Castro disse...

muito boa a música gostei da letra e do estilo musical...

Parabéns nossa poetisa