7 de jan de 2009

Trabalho de artista plástica brasileira põe Amazônia em evidência

Na exposição 13th Friends of Pleiades Invitational Show, Margarette Mattos chama a atenção para o aquecimento global através do sedutor minério de ferro.
A Amazônia retratada através do pó de minério de ferro. Trata-se do trabalho da artista plástica brasileira Margarette Mattos, de Cambridge, Massachusetts, que já pode ser visto na exposição coletiva 13th Friends of Pleiades Invitational Show, na Pleiades Gallery, em Nova Iorque. A cada novo trabalho, Margarette descobre uma nova forma de produzir. A exposição iniciou no dia 30 de dezembro último e teve a abertura oficial no último sábado, seguindo até 17 de janeiro próximo. A artista entra de pé direito em 2009, como ela mesma definiu. Afinal, a tradicional Pleiades Gallery está situada no Chelsea, onde funcionam as melhores galerias da Big Apple. “O mercado de Nova Iorque é a menina dos olhos de qualquer artista”, afirmou.
Sob o título “Janela para a Amazônia”, os 4 trabalhos de Margarette chamam a atenção para o problema do aquecimento global, tão familiar aos ouvidos mundiais. Mesmo morando tão longe da pátria amada, a artista sabe o que acontece no Brasil, e tem bastante consciência do seu papel social. A “tinta” de Margarette é o pó de minério de ferro, utilizado por ela há cerca de duas décadas. Da minuciosa pesquisa nascem sempre novas formas de utilização do material. Misturado a aglutinantes, consegue manter a textura e o brilho desejados pela artista, que é adepta de pigmentos naturais, como o óxido de ferro.
Sedução vinda do Brasil - O material sempre chamou a atenção de Margarette. “O minério seduz, tem energia como os cristais”, declarou, justificando a paixão pelo instrumento que dá vida ao trabalho. Os frutos colhidos foram o primeiro lugar em dois salões de arte. A composição de cores que ela consegue formar chamou a atenção dos críticos de arte. No Brasil, os belos trabalhos de Margarette são comprados pela gigante Vale do Rio Doce, maior empresa brasileira do ramo da mineração. A artista importa o material nobre para suas obras das Minas de Carajás (Pará) e das Minas de Itabira. Perfeito para o trabalho bem brasileiro de Margarette.
O trabalho de Margarette na 13th Friends of Pleiades Invitational Show pode ser visto de terças a sábados, das 11am às 6pm. A Pleiades Gallery fica no 530 West 25th Street, 4° andar, telefone (646) 230-0056. Informações adicionais através do website www.pleiadesgallery.com.
(Por: Angela Schreiber)

Nenhum comentário: