24 de fev de 2010

Filhas das Matas: práticas e saberes de mulheres quilombolas na Amazônia Tocantina


CONVITE

Temos a honra de convidá-lo(a) a participar do lançamento do livro “Filhas das Matas: práticas e saberes de mulheres quilombolas na Amazônia Tocantina”, de autoria da Profª. Drª. Benedita Celeste de Moraes Pinto.

Data: 27/02/10

Hora: 19h00
Local: Escola Estadual Modelo Guanabara

O livro Filhas das Matas: práticas e saberes de mulheres quilombolas na Amazônia Tocantina trata da relação familiar, campos de atuação, vivências, resistências, lutas cotidianas, práticas, saberes e experiências de parteiras, curandeiras e benzedeiras em povoados negros rurais da região do Tocantins, no Pará — norte da Amazônia. Desde a formação dos antigos quilombos nesta região, essas mulheres vêm desempenhando múltiplos papéis, como chefes de família, organizadoras e condutoras de rituais religiosos e líderes fundadoras de povoados.

Ao lado da assistência ao parto, parteiras, benzedeiras e curandeiras desempenham uma série de atividades relacionadas aos processos de cura e manipulação de plantas e ervas medicinais, bem como trabalhos por sobrevivência, muitos deles nem sempre considerados em outras regiões e culturas como sendo atividades compatíveis com o sexo feminino. Fazendo um cruzamento da memória oral com fontes escritas e imagéticas o trabalho contribui para repensar a importância do estudo das práticas cotidianas para o conhecimento dos diferentes papéis exercidos por mulheres e homens, e também para repensar como se dá a relação entre gênero, inclusive a forma de dominação em determinada sociedade.
Por Decleoma Lobato

Um comentário:

Sabrina Alves disse...

Olá faço mestrado em ciencias da religião pesquisando sobre os ciclos femininos e religião. Este livro parece fantástico, por um acaso voce saberia onde posso comprar?
abs fraternos

Sabrina Alves