28 de dez de 2009

Osmar Junior e Amadeu Cavalcante celebram os 20 anos de Sentinela Nortente

Um show de Osmar Júnior e Amadeu Cavalcante vai relembrar os 20 anosdo mais importante registro fonográfico da música amapaense nasúltimas duas décadas: o LP Sentinela Nortente. O disco é o primeiro registro do Movimento Costa Norte e abriu espaço para outros *longplays* como “Formigueiro”, de Val Milhomem, e “Vida Boa”, de ZéMiguel.
O show, que acontece terça e quarta-feira, 29 e 30 de dezembro, no Teatro das Bacabeiras, às 20hs, tem direção musical de Cleverson Baía e reúne músicos consagrados como João Batera (bateria), Pingo (teclado), Rogerinho (contra-baixo), Bebeto Nandes (teclado) e Sérgio Gato (percussão). Como convidados estarão Val Milhomen e Zé Miguel.
De acordo com Osmar Junior, Sentinela Nortente foi concebido durante um final de semana em que passou isolado numa fazendo no Maruanum, apenas com a companhia do violão e da namorada. Ali surgiram boa parte das composições, como “Coração tropical” e a música tema do disco.
Depois vieram outras composições, como “Tajá”, primeira parceria de Osmar Junior com Fernando Canto. Encerrada a fase de composição, Osmar Junior escolheu como intérprete de seus manifestos Amadeu Cavalcante, músico que já se destacava na noite amapaense. Surgia então o “Sentinela Nortente”, o compacto que representou o grande suspiro da música regional. Sob a influência dos ritmos caribenhos, da salsa, do merengue, e também do brega e da toada, Osmar Júnior compôs clássicos do cancioneiro regional, que são cantados até hoje.
O disco foi gravado em Belém na Gravason e teve a participação dos músicos amapaenses Zenor Silva, João Batera, Ednilson e Manguinha além de Téo Lima, do Pará. Sentinela Nortente é, em termos históricos, sociológicos, estéticos, filosóficos, um repositório do universo sócio-cultural que OsmarJunior tão brilhantemente captou e Amadeu Cavalcante soube interpretar com maestria.
Renivaldo Costa
Assessor de Imprensa

Nenhum comentário: