9 de set de 2011

Manoel Cordeiro leva guitarrada e marabaixo no instrumental Concertos de Verão


Músico, compositor, arranjador e pesquisador musical, o paraense radicado no Amapá Manoel Cordeiro será atração do Concerto de Verão da Confraria Tucuju, nesta sexta-feira (09). Sua carreira começou em Macapá há mais de 40 anos, tocando em bandas como “Embalo Sete”, “Os inimitáveis” e “Os Cometas”. No Pará tocou em várias bandas e gravou seu primeiro trabalho, um vinil de carimbó feito no formato de banda elétrica.

Participou, com Nilson Chaves e Vital Lima, do show “Luz de Lampião”, no Teatro Waldemar Henrique. Produziu e tocou em trabalhos memoráveis de artistas como Alcyr Guimarães, Franck Aguiar, Fernando Mendes, Carlos Santos, Beto Barbosa, Roberta Miranda, Trio Los Angeles, Roberto Leal e outros. Na pesquisa musical realizou trabalho reconhecido internacionalmente com a banda Carrapicho, em toada de boi.

Ainda na pesquisa musical destaca-se seu trabalho com marabaixo no grupo Pilão e com marambiré, com Beto Paixão. Mas, a maior vitrine de sua alquimia de ritmos amazônicos se deu na banda Warilou, fundada por ele, onde experimentou a fusão que chamou de vertentes. A banda tocava lambada, guitarrada, zouk, carimbo, toada, marabaixo e batuque. E é essa mistura dançante que Manoel Cordeiro trará para o Largo dos Inocentes com o show “Vertentes do mesmo rio”.

O Concerto de verão é um projeto da Confraria Tucuju, que nasceu há quatro anos para formar platéia para música instrumental. Tem patrocínio do Ministério da Cultura, através de emenda parlamentar da ex-deputada Lucenira Pimentel. Ocorre toda sexta-feira, de agosto a novembro, no Largo dos Inocentes, às 20 horas.

Um comentário:

Walmar Jucá - walmarjuca@uol.com.br disse...

Por favor, seria possível obter o endereço eletrônico do Manoel Cordeiro? Nós fomos amigos de escola ainda na adolescência. Depois nos encontramos em Belém, mas nunca mais consegui encontrá-lo.