26 de set de 2010

Juliana Sinimbú divulga na internet músicas do CD "Sonho bom de fevereiro"

A cantora paraense Juliana Sinimbú disponibilizou para audição em seu perfil no site Conexão Vivo (http://julianasinimbu.conexaovivo.com.br) três músicas que fazem parte do seu CD de estreia, Sonho Bom de Fevereiro: a faixa-título (uma parceria de Juliana com Felipe Cordeiro), "Nem Venha" (Cláudia Cunha - Luciano Salvador Bahia) e "Flor da Idade" (Chico Buarque).

O samba "Sonho Bom de Fevereiro" é a primeira música de autoria de Juliana, que escreveu música e letra da segunda parte, a partir do refrão composto por Felipe Cordeiro; nos vocais e no acompanhamento desta gravação, destaca-se a presença do Trio Manari, grupo paraense dedicado à pesquisa de percussão. "Nem Venha" é uma composição inédita da paraense radicada na Bahia Cláudia Cunha, que em agosto foi finalista do 21º Prêmio da Música Brasileira na categoria Melhor Cantora Regional. O cantor, compositor e instrumentista Renato Torres, diretor musical do disco de Juliana, faz participação especial em "Flor da Idade", música composta por Chico Buarque em 1973 para a trilha sonora do filme Vai Trabalhar, Vagabundo.

Gravado em Belém entre novembro de 2009 e junho de 2010, o CD Sonho Bom de Fevereiro mescla músicas inéditas de compositores paraenses com regravações de autores consagrados como Chico Buarque e Arnaldo Antunes, em ritmos latino-americanos variados (samba, salsa, xote, ijexá, zouk). O disco deve seguir para prensagem em breve e tem previsão de lançamento ainda este ano.

Juliana Sinimbú, 25 anos, teve seus contatos iniciais com a música através das marchas de carnaval que sua avó cantava e os discos de samba e bossa nova que seus pais ouviam sempre. Desde a primeira apresentação profissional em maio de 2006, Juliana tem cantado com freqüência nos principais teatros, bares e casas noturnas de Belém, sendo hoje um dos principais nomes da nova geração paraense. Entre os momentos marcantes dessa trajetória, destacam-se seus shows solo Daqui pra Frente (2007), Maysa, Quando Fala o Coração (2009) e Tem Mais Samba (2010). O show Intimidade, no qual dividia o palco com Aíla, foi escolhido pra abrir a programação do Fórum Social Mundial 2009. Em 2008, representou o Pará numa turnê pela França, ao lado dos grupos La Pupuña e Trio Manari.

Opinião
"Quando alguém lhe convidar para ouvir Juliana Sinimbú, você pode estar certo de que irá apreciar um repertório escolhido com extremo bom gosto e interpretado de modo que vai lhe parecer que a música foi recém-composta especialmente para a voz doce de Juliana, tal o frescor que ela imprime a tudo o que canta – sejam recentes canções de Felipe Cordeiro e Renato Torres, sejam antigos sambas de Cartola."


(Fabio Gomes - Som do Norte)

Um comentário:

Anônimo disse...

Márcia,
Obrigadíssima pelo post!
Essa semana estarei em Macapá. Volto aqui pra dar o serviço certinho da apresentação.
Um Beijo e mais uma vez obrigada!
Juliana Sinimbú